sexta-feira, 12 de junho de 2015

HINO DE SANTARÉM / PA: a Pérola do Tapajós

video

 Hino de Santarém
Letra: Paulo Rodrigues dos Santos
Música: Wilson Fonseca
Santarém do meu coração !
Terra mimosa, de paz e de sonho de amor.
Santarém do meu coração!
Lindo jardim, vivaz canteiro do Céu todo em flor.
Santarém, princesa da luz,
De praias alvas e campinas verdes, rio de anil,
Onde flutuam iaras mil,
Loucas, ao léu na onda azul.
Santarém, meu jardim, meu Pará, meu Brasil.
Flor das margens virentes,
Formosas, ridentes,
Do meu Tapajós azul
-Azul como o céu-
Quero cantar meu torrão, Santarém,
Terra de encantos, de amor e de luz.
Onde o Cruzeiro sem véu
Espelha a sombra da Cruz
No céu.
Sobre o hino municipal:


O Hino Municipal de Santarém já gozava de oficialização anterior à Lei que instituiu os Símbolos Municipais, através da Lei nº 245/71, de 23 de outubro de 1971. A nova Lei, a de nº 7.186/76, de 18 de junho de 1976, apenas incorporou aquela em seu artigo 18, onde se lê: “O HINO MUNICIPAL é o instituído pela Lei Municipal de nº 245/71, de 23 de outubro de 1971, de autoria de PAULO RODRIGUES DOS SANTOS (letra) e WILSON DIAS DONSECA (música)”.


Mas é bom saber que os autores do HINO, ao compô-lo, não  tinham em mira estar fazendo Hino de Santarém. A música é do ano de 1941, a qual Paulo Rodrigues dos Santos incorporou uma letra, feita em 1948, para ser cantada durante os festejos do primeiro centenário de elevação de Santarém à categoria de cidade. Só mais tarde (1971) o Legislativo e o Executivo municipais decidiram oficializá-las (letra e música) como HINO MUNICIPAL DE SANTARÉM.


O nome primitivo da música era simplesmente “SANTARÉM”.



TEXTO: Fonseca, Wilde Dias da.Santarém Momentos Históricos.ICBS-Instituto Cultural Boanerges Sena-Santarém, 2006.
Postagem: Alciane Ayres-Ascom/SEMC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário